Apple Watch salva a vida de mais uma pessoa, agora na China



Um homem de 76 anos identificado como Gaston D’Aquino teve a sua vida salva por um Apple Watch, de acordo com o jornal South China Morning Post. O caso teria acontecido em Hong Kong no dia 1º de abril, mas só agora tornou-se público. D’Aquino estava aproveitando as festividades da Páscoa quando o relógio inteligente emitiu um alerta de que sua atividade cardíaca estava irregular.

Mesmo não sentindo nenhum mal-estar, o senhor se dirigiu até o hospital mais próximo, e, ao ser submetido aos exames cardíacos básicos, foi constatado que duas de suas artérias estavam entupidas, enquanto uma terceira estava com 90% de sua capacidade congestionada. Foi sujeito a uma angioplastia, tudo graças ao alerta de seu smartwatch.

O jornal afirma ainda que D’Aquino teria entrado em contato com Tim Cook, CEO da Apple, para contar ao executivo a respeito do curioso incidente. Cook teria respondido no dia 7 de abril, afirmando estar feliz pela recuperação médica do paciente. “Eu agradeço o facto de nos ter contado essa história. Essas coisas inspiran-nos a dar o nosso melhor”, afirmou o CEO da Apple.

Vale a pena ressaltar que esse não é o primeiro caso registrado de um Apple Watch salva vidas. O caso mais recente aconteceu no mês de maio, quando um norte-americano de 32 anos foi orientado pelo relógio a procurar um médico imediatamente após se ter sentido mal. Se o cidadão tivesse recusado a proposta, poderia ter morrido. 

Fonte: Apple Insider

0 comentários:

Enviar um comentário